Pneunorte
Publicidade
GALPÃO DO ESPORTE
Publicidade
Clinica Andre
Publicidade
GERAL

Consórcio que venceu leilão assume aeroportos de MT até o final de 2019

O aeroporto Internacional Marechal Rondon e outros três terminais regionais de Mato Grosso começam a ser operados oficialmente pela iniciativa privada somente no final do ano. A previsão do Ministério dos Transportes Portos e Aviação Civil é que os consórcios que arremataram 12 aeroportos no leilão realizado em São Paulo assumam a administração das plataformas em novembro de 2019. A assinatura do contrato está marcada para o mês de julho, segundo cronograma do governo federal.

Em Mato Grosso, o Marechal Rondon e os regionais de Sinop, Rondonópolis e Alta Floresta ficarão sob gestão do chamado consórcio Aeroeste, formado pelas empresas Socicam e Sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico Ltda (Sinart). O chamado Bloco Centro-Oeste foi arrematado por R$ 40 milhões para uma concessão de 30 anos.

Conforme informações da Superintendência de Desenvolvimento de Modais, da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), as empresas vencedoras do certame devem apresentar o plano de Transferência Operacional entre os meses de agosto e setembro deste ano, 40 dias após a efetivação do contrato.

A operação assistida dos aeroportos, ação que envolve a Infraero e as concessionárias, está prevista para outubro e novembro. A transferência completa se efetiva no penúltimo mês do ano. “Estamos acompanhando este processo. Até do dia 15 de abril, a transferência dos aeroportos para os consórcios está em fase de recurso”, explicou a superintendente de Desenvolvimento de Modais da Sinfra, Maksaíla Moura Campos.

Ela acrescenta que o contrato estabelecerá as melhorias que os operadores terão que implementar nos terminais a curto prazo. Porém, já é possível adiantar que entre eles estão a melhoria da climatização, acesso à internet gratuita (wi-fi) nos terminais, adequação de banheiros e atualização de sinalização aeroportuária. O investimento previsto ao longo das três décadas é de R$ 770 milhões, sendo R$ 386,7 milhões até o quinto ano.

O secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, disse que o Estado estará vigilante e que espera que o consórcio vencedor cumpra com as melhorias previstas em contrato.

Estrutura

Os quatro aeroportos do Estado movimentam juntos cerca de 3,2 milhões de passageiros por ano, sendo que o maior fluxo é do Marechal Rondon, que em 2018 encerrou com movimentação de 3 milhões de embarques e desembarques. O aeroporto de Sinop recebe em média 150 mil passageiros ao ano, o de Alta Floresta 110 mil e de Rondonópolis 90 mil. No interior, os terminais têm capacidade para receber aeronaves de médio porte, tipo bimotor e com propulsão turboélice.

Consórcio Aeroeste

De acordo com a Superintendência de Modais da Sinfra, a empresa Socicam é a “cabeça” consórcio com 85% da participação na parceria. A Sinart ficou com outros 15%. Atualmente, a Socicam administra 10 aeroportos no país, sendo dois em Goiás, três em Minas Gerais, três na Bahia e mais dois no Ceará. 

O Aeroeste iniciou o leilão com proposta de R$ 20,3 milhões e após disputa acirrada com o Consórcio Construcap-Agunsa, venceu a disputa com lance de R$ 40 milhões. O ágio chegou a 4.739,88%, o maior registrado no leilão de aeroportos ocorrido no dia 15 de março na B3, antiga Bolsa de Valores de São Paulo.

Prestiberiana Interno

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Com muito ❤ por go7.site
English EN Portuguese PT Spanish ES
Skip to content