quarta-feira, 21 fevereiro, 2024
PREFEITURA ALTA FLORESTA - COVID
InícioPOLÍCIAAlta Floresta: após 25 anos, COPOM é desativado no centro; atendimento passa...

Alta Floresta: após 25 anos, COPOM é desativado no centro; atendimento passa a ser no Quartel da PM

Após cerca de 25 anos atendendo a população de Alta Floresta, a Central de Operações da Polícia Militar (COPOM), foi desativada nesta quarta-feira (06), pelo 9º Comando Regional da Polícia Militar. A unidade foi implantada em 1.998, como forma de oferecer mais praticidade no atendimento de ocorrências.

A estrutura atual não comporta as mudanças implementadas no setor de segurança pública, como novo sistema de rádio comunicação e monitoramento por meio do Vigia Mais MT. O prédio do COPOM precisaria de uma reforma estrutural, englobando rede de energia, hidráulica para receber essa nova estrutura, o que se torna inviável, pois o prédio onde funcionava a Central é cedida pelo município e o Governo não poderia realizar investimentos.

Com a desativação da Central, o atendimento ao público que precisar registrar algum tipo de ocorrência será oferecido no Quartel da PM, localizado na rodovia MT-208, em frente ao trevo São Cristóvão.

Conforme Major Cunha, a Secretaria de Estado de Segurança Pública vem realizando investimentos e hoje, os 142 municípios de Mato Grosso são atendidos por uma rede de rádio digital, rede que permite uma maior amplitude, clareza nas comunicações, além de impossibilitar a invasão de terceiros na rede de rádio, pois a comunicação é criptografada.

“Aqui no quartel realizaremos o atendimento da sociedade, relacionadas ao registro de ocorrências e boletins de acidente, então o cidadão que necessitar desse atendimento será recebido aqui no quartel, então podem ficar tranquilos que não será cessado este atendimento a sociedade”, pontuou.

Major Cunha falou sobre encerramento dos serviços no setor C – Foto: Notícia Exata

Com a nova estrutura, o COPOM passa ser regionalizado, atendendo desde o município de Apiacás a até Colíder, gerando uma demanda de comunicação e checagem bem maior que a atual.

Conforme Major Cunha, o tempo resposta de atendimento a ocorrências não será prejudicado, pois hoje, a cidade é dividida em setores, que contam com viaturas e equipes direcionadas para estes pontos, que serão acionadas conforme a demanda.

O quartel da PM também vem recebendo reformas, para assim absorver os novos serviços que serão implementados.

Beira Rio Capa

Participe do nosso grupo de Whatsapp

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Mais popular

Feito com muito 💜 por go7.com.br
Pular para o conteúdo