quinta-feira, 29 fevereiro, 2024
PREFEITURA ALTA FLORESTA - DENGUE
InícioDesign da HomeDestaque com FotoEm áudio, marido expõe desespero por não falar com esposa e filhas...

Em áudio, marido expõe desespero por não falar com esposa e filhas em MT

Um áudio do marido da mulher de 46 anos que foi brutalmente morta ao lado das filhas de 19, 13 e 10 anos em Sorriso (390 km de Cuiabá) revela o desespero do homem por não conseguir contato com a família desde a última sexta-feira (24). Para um amigo, o caminhoneiro, que estava no Paraná, pede para que ele vá até sua residência e verifique a situação.

“Deixa eu perguntar para você, tem algum amigo ali em Sorriso, que faz uns corres pra gente lá, cara? Rapaz, eu estou desde sexta-feira, cara, de noite, sem contato com a minha família lá, com a minha mulher, minhas filhas, cara, tudo desligado os telefones. Eu já tô ficando preocupado aqui cara, eu mando mensagem e não responde, ligo no WhatsApp, e não atende, ligo no telefone normal, vai direto para a caixa de mensagem”, detalhou.

Em seguida, o homem expõe ainda o mais pânico com a situação. “Só que não tem nem como mandar endereço para ninguém né, cara, eu achei que você estivesse em Sorriso, que eu ia pedir para você ir dá uma olhada lá pra mim, passar na frente de casa. Olhar por baixo do portão, ver se o carro tá em casa, vê se tem algum movimento de gente lá. Rapaz, eu tô preocupado cara, desde sexta-feira, o último contato que tive foi só sexta-feira a noite. Ontem mesmo de manhã eu mandei mensagem, não responderam, e nada, e nada e sempre respondem cara”, dizia o homem no áudio.

As vítimas brutalmente assinadas são Cleci Calvi Cardoso, de 46 anos, e as filhas: Miliane Calvi Cardoso, de 19 anos, Manuela Calvi Cardoso, de 13 anos, e Melissa Calvi Cardoso, de 10 anos. Cleci foi encontrada com Miliane no corredor da casa, enquanto as outras filhas, de 13 e 10 anos, foram encontradas em um dos quartos. 

Pelo crime, a Polícia Civil efetuou a prisão em flagrante do pedreiro Gilberto Rodrigues dos Anjos, de 32 anos. Ele confessou a autoria dos quatro homicídios e ainda confirmou ter estuprado a mãe e as duas filhas maiores quando elas estavam se agonizando depois de terem sido esfaqueadas. 

O pedreiro de uma obra ao lado do imóvel assumiu a autoria do crime. Segundo a Polícia Civil, o criminoso confessou que atacou as quatro vítimas de sexta para sábado.

Depois de esfaquear três vítimas e quando ainda estavam agonizando, ele cometeu abuso sexual contra a mãe e duas filhas. Já a menor de 10 anos morreu asfixiada.

Com o criminoso detido foi encontrada uma peça íntima de uma vítima, que será encaminhada à Perícia Oficial e Identificação Técnica de Mato Grosso. Vizinhos das vítimas acionaram as forças de segurança após notarem a ausência da família.

A mãe e as três filhas, duas delas menores de idades, foram encontradas assassinadas dentro de casa, com marcas de ferimentos causados por arma cortante, inclusive, ferimentos profundos nos pescoços.

Viveiro interno

Participe do nosso grupo de Whatsapp

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Mais popular

Feito com muito 💜 por go7.com.br
Pular para o conteúdo