Pneunorte
Publicidade
Banner Prefeitura Paranaíta
Publicidade
W3NT
Publicidade
CULTURADestaque com Foto

Teatrólogo de Alta Floresta é homenageado como Mestre da Cultura Mato-grossense

O primeiro episódio de podcast que celebra a vida e a memória de Agostinho Bizinoto foi lançado nesta terça-feira (31.08) na plataforma de streaming Anchor da Spotify. A produção integra o projeto transmídia que homenageia a atuação determinante do teatrólogo para a organização e desenvolvimento do setor cultural de Alta Floresta e da região amazônica mato-grossense.

Contemplado no edital Conexão Mestres da Cultura promovido pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), o projeto contará ainda com o documentário ‘Um Semeador de Arte e Cultura – Agostinho Bizinoto’. O longa metragem está em fase de pós-produção com lançamento previsto para o final de outubro.

A data escolhida para o lançamento do podcast, 31 de agosto, homenageia o dia de nascimento de Bizinoto. O artista que faleceu em 2017 estaria completando 69 anos hoje. O podcast denominado ‘Mestre da Cultura: Agostinho Bizinoto’ é composto por 18 episódios que serão publicados, a partir desta data, em todas as quartas-feiras e sábados, no Spotify. 

Tanto o documentário quanto o podcast tiveram a participação de dezenas de artistas de Alta Floresta, amigos, familiares, personalidades e convidados que conviveram, trabalharam e compartilharam a trajetória do multiartista e agitador cultural. Com o objetivo de abordar a atuação cultural de Agostinho desde sua vinda para Mato Grosso, em 1989, as produções pretendem mostrar o legado construído no decorrer dos anos. 

Bizinoto foi um dos fundadores do reconhecido Teatro Experimental de Alta Floresta (TEAF). Mas além do teatro, área na qual dedicou grande parte da vida, o profissional atuou em diversas áreas artísticas, como a música e a literatura, e contribuiu intensamente para a gestão, legislação e estruturação da cultura no município. 

Para o ator, diretor e roteirista, Ronaldo Adriano, que coordena as produções, o projeto é uma forma de reconhecimento ao trabalho desenvolvido por Bizinoto.

“Sua atuação teve como base o município de Alta Floresta e se propagou pelo Estado, colaborando para construção da cena teatral no Brasil. Nessas duas plataformas, sua trajetória se transformou em documentos históricos que permitirão que as atuais e futuras gerações acessem uma perspectiva da vida deste grande artista”, destaca Ronaldo.

Para a produção dos materiais, a equipe foi formada ainda por profissionais de Alta Floresta, Cuiabá, Uberlândia e São Paulo, bem como pelo ator e historiador, Gean Nunes, e o jornalista, Mequiel Zacarias Ferreira. 

Fonte
Cida Rodrigues | Secel-MT
Contal interno

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Com muito ❤ por go7.site
English EN Portuguese PT Spanish ES