Pneunorte
Publicidade
Banner Prefeitura Paranaíta
Publicidade
W3NT
Publicidade
Destaque com FotoPOLÍCIA

Polícia Civil e PRF apreendem 3,1 toneladas de defensivos contrabandeados do Paraguai

Mais de três toneladas de defensivos agrícolas contrabandeados do Paraguai, avaliadas em mais de R$ 3 milhões, foram apreendidas em uma ação conjunta da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) da Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal, na madrugada desta terça-feira (19.10), em Rondonópolis, no Sul do Estado. 

Duas pessoas responsáveis pelo transporte da carga de defensivos foram autuadas em flagrante pelos crimes de contrabando e transporte irregular de agrotóxico. A ação contou com o apoio da Delegacia Regional de Rondonópolis.

Durante a operação, os policiais da GCCO receberam informações sobre dois caminhões que estavam vindo de Mato Grosso do Sul, carregados com defensivos contrabandeados do Paraguai.

Com base nas informações, as equipes começaram o monitoramento dos veículos assim que entraram em Mato Grosso e flagraram o momento que os dois veículos chegaram em Rondonópolis e pararam em um posto de combustível.

Os policiais da GCCO ficaram posicionados na MT-130, pois esse seria um dos caminhos por onde seguiriam a viagem. Em determinado momento, no posto combustível, uma caminhonete F-4000 encostou próximo a um dos caminhões e iniciou o descarregamento de sacos brancos do caminhão. 

Após a transferência da carga, a caminhonete seguiu sentido à MT-130, onde foi realizada a abordagem do veículo.

Questionado, o motorista alegou que estava transportando uma carga de adubo, porém, durante a análise da carga foi constatado que o suspeito estava transportando 124 sacos de defensivos agrícolas (Benzoato). O suspeito confessou que foi contratado para fazer o transporte da carga para Nova Mutum e que receberia R$ 2 mil pelo serviço.

Em continuidade às diligências, os policiais realizaram a abordagem dos caminhões que fizeram o transporte da carga durante o dia. Após a identificação do motorista, foi constatado que ele foi preso por envolvimento no mesmo crime, no dia 30 setembro deste ano. O motorista do segundo caminhão não foi localizado.

Os veículos e a carga de 124 sacos de agrotóxicos foram apreendidos e os suspeitos conduzidos à 1ª Delegacia de Polícia de Rondonópolis, onde foram autuados pelos crimes de contrabando e produzir, comercializar, transportar, dar destinação a resíduos e embalagens vazias de agrotóxicos seus componentes em afins em desacordo com a legislação.

Fonte
Camila Molina | Polícia Civil-MT
Contal interno

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Com muito ❤ por go7.site
English EN Portuguese PT Spanish ES