terça-feira, 25 junho, 2024
InícioDesign da HomeDestaque com foto 1Paranaíta: pai foge após ser acusado de estupro de duas filhas; mãe...

Paranaíta: pai foge após ser acusado de estupro de duas filhas; mãe foi detida por acobertar abusos

Um caso de estupro de vulnerável foi registrado ontem, sábado (01), na Polícia Militar de Paranaíta (60 quilometros de Alta Floresta) e teve como vítima, duas irmãs de 13 e 22 anos, o suspeito de 48 anos foragiu após saber que foi denunciada. A mãe de 45 anos foi detida por saber dos estupros e não tomar providências e ainda ajudar o marido a foragir.

O caso só chegou ao conhecimento da PM após a mulher de 22 anos comunicar o fato, relatando que sua irmã de 13 anos, havia sofrido abuso sexual por parte de seu pai, ela disse que teve conhecimento do fato somente no período noturno após ver sua irmã chorando e questionar o motivo do fato, momento em que a adolescente acabou revelando o ocorrido.

Em conversa com a menor, ela relatou que por diversas vezes seu pai tentou abusar dela, inclusive já havia levado ela para um milharal e durante um deslocamento para a cidade de Alta Floresta, ele parou no meio do caminho e a levou para uma igreja as margens da rodovia para tentar abusá-la, porém, todas tentativas foram interrompidas por ela, não sendo consumadas.

Ontem, sábado (01), acordou por volta das 07h00 com seu pai acariciando suas partes intimas e logo ela se fechou, impedindo que ele continuasse, relatou também que nunca comentou nada com sua mãe ou irmã por receio de não acreditarem nela e sempre que sofria essas tentativas de abusos sexuais era quando estavam sozinhos, sem a presença da sua mãe ou irmã.

Somente relatou o fato a sua irmã após muita insistência dela em saber o motivo do choro. A irmã mais velha, hoje com 22 anos, disse que perdeu a virgindade com seu pai quando tinha 13 anos de idade e que na época até relatou para sua mãe e alguns familiares, porém, todos a ignoraram e diziam que era mentira dela.

O suspeito ao saber da denúncia, acabou evadindo da casa e foragindo.

Em conversa com a esposa do suspeito, ela respondeu que conversou com ele por rede social e que ele havia pedido para ela preparar uma mochila com roupas e pertences para que ele pudesse voltar para o Maranhão, sua terra de origem.

A senhora relatou ainda que havia combinado com ele de pegar uma quantia de dinheiro com o patrão dele e repassar para que o suspeito pudesse fugir.

A mulher foi detida a princípio por facilitar a fuga do suspeito, pois ela foi informada pela filha sobre os fatos e nada fez, permanecendo omissa.

O aparelho celular da suspeita, também foi encaminhado, fins de as conversas de aplicativo que ela manteve com o suspeito serem periciadas.

Participe do nosso grupo de Whatsapp

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Mais popular

Feito com muito 💜 por go7.com.br
Pular para o conteúdo