Pneunorte
Publicidade
Banner Prefeitura Paranaíta
Publicidade
W3NT
Publicidade
Destaque com foto 1ESPORTE

Cuiabá joga melhor mas fica no empate com São Paulo

No confronto entre os dois times que mais empataram no Campeonato Brasileiro, Cuiabá e São Paulo não conseguiram balançar as redes nesta segunda-feira (11), na Arena Pantanal, onde o jogo terminou 0 a 0.

Foi um resultado ruim para as duas equipes, que estão coladas na classificação e bem próximas da zona de rebaixamento. Em 12º, o Dourado tem 31 pontos, seguido justamente pelos são-paulinos, em 13º, com 30 —o Bahia, primeiro time na parte vermelha da tabela, em 17º, soma 26.

É, também, o quinto empate consecutivo do time comandado por Hernán Crespo. Antes, havia ficado na igualdade com América-MG (0 a 0), Atlético-MG (0 a 0), Chapecoense (1 a 1) e Santos (1 a 1). No total, a equipe tricolor tem 12 empates, neste quesito só está atrás do Cuiabá, que tem 13 no Nacional.

Mesmo com um calor de 27º na noite de Cuiabá, as duas equipes bem que tentaram sair de campo com uma vitória, sobretudo os donos da casa, que exigiram boas defesas de Tiago Volpi.

O goleiro apareceu mais principalmente porque os são-paulinos cometeram mais erros na defesa. Na frente, Calleri teve uma atuação fraca, enquanto Luciano foi quem deu mais trabalho ao adversário.

Ainda no primeiro tempo, o time paulista teve mais uma baixa por lesão. O meia Rigoni teve de deixar o gramado aos 40 minutos, reclamando de dores na coxa esquerda. Marquinhos entrou no lugar dele.

O primeiro tempo foi marcado pelo equilíbrio entre as equipes. O São Paulo apostou em um jogo de posse de bola e construção das jogadas, enquanto o Cuiabá depositou suas fichas na velocidade de seus atacantes. O time da casa acabou oferecendo mais perigo, sobretudo nos lances de contra-ataque, mas foi ineficiente para balançar a rede defendida por Tiago Volpi.

Na segunda etapa, Crespo fez novas mudanças, desta vez por opção técnica, Rojas e Benítez deram um novo gás à equipe, mas não fizeram o suficiente para evitar o 0 a 0.

Enquanto Crespo manteve o mesmo time que encerrou o primeiro tempo, Jorginho sacou Clayson e colocou Felipe Marques na partida. O resultado foi uma pressão do Cuiabá, com seis finalizações em menos de 20 minutos. A resposta do São Paulo foi com uma bicicleta de Luciano, que parou nas mãos do goleiro Walter.

Para a partida desta segunda, 50% da capacidade do estádio, cerca de 20 mil lugares, estavam disponíveis para a torcida, conforme liberação do governo do Mato Grosso. Devido à alta demanda de torcedores tricolores, um dos setores foi destinado exclusivamente aos visitantes, após acordo entre o Cuiabá e as autoridades locais. O jogo teve um público de 13.007 pagantes, com renda de R$ 602.833,00

Antes de a bola rolar, como ocorreu em todos os jogos da rodada, a equipe de arbitragem fez um protesto em repúdio à agressão sofrida pelo árbitro Rodrigo Crivellaro, no último dia 4, em partida da Série A2 do Campeonato Gaúcho. No campo, o árbitro e os auxiliares se ajoelharam. Na sala do VAR, os profissionais exibiram um cartão vermelho.

O Cuiabá volta a campo na próxima quinta-feira (14), contra o Sport, na Arena Pantanal.

Fonte
Admar Portugal/Diário de Cuiabá
Viveiro interno

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Com muito ❤ por go7.site
English EN Portuguese PT Spanish ES