Pneunorte
Publicidade
Clinica Andre
Publicidade
W3NT
Publicidade
CULTURAManchetes

Bailarina altaflorestense busca apoio para participar de Festival de Dança

A bailarina altaflorestense Kaliane Araújo, 16, estava em casa quando foi surpreendida por uma notícia maravilhosa: foi selecionada para participar do Festival de Dança de Florianópolis. A novidade foi motivo de grande alegria para ela e sua família.

A jovem do município de Alta Floresta, que dança desde os seis anos de idade e foi premiada recentemente em um festival mato-grossense de dança, é uma das duas selecionadas em todo o estado de MT para participar do Palco Aberto Comentado naquele evento.

Aluna do ensino médio na Escola Militar Dom Pedro II, Kaliane divide seu tempo entre a intensa rotina de estudos e sua paixão pela dança. Apesar da tenra idade, ela já tem certeza de seus planos para o futuro: deseja cursar Fisioterapia e se especializar no tratamento de profissionais da dança.

Para Kaliane, a participação neste evento – que acontece entre os dias 25 e 30 de janeiro de 2022 e está entre os mais importantes Festivais de Dança do país – é uma oportunidade valiosíssima que enriquece a dança de Alta Floresta. Porém, o valor necessário para garantir a participação da bailarina é considerável: as despesas de transporte, hospedagem e alimentação na capital catarinense no mês que vem são estimadas em 3,8 mil reais.

Nessa corrida contra o tempo, mais da metade do valor necessário foi arrecadado pela família. Entre a realização de uma rifa, doações feitas por amigos e familiares e a campanha de financiamento coletivo na Internet, o sonho foi ficando mais próximo de se realizar. No entanto, todo o esforço feito até agora corre o risco de se perder, se não for atingida a meta mínima.

Para quem se interessar em apoiar essa talentosa jovem, a campanha de financiamento coletivo está disponível em http://apoia.se/kalifloripa. Também é possível colaborar com qualquer valor fazendo uma transferência para a chave Pix 027.726.051-59 (titular: Kaliane de Oliveira Araújo da Silva).

A mãe da bailarina, Lucilaine Beatrice, se orgulha da dedicação da jovem que sempre amou estar nos palcos: “Ela se preparou muito, venceu uma lesão no joelho e continua firme na luta para conquistar esse objetivo. Nós estamos mobilizando todo o apoio possível para ela conseguir participar do Festival. Toda ajuda é importante e com certeza vai fazer a diferença”, pontuou a mãe.

Fonte
Fernando Zilio/Assessoria
Viveiro interno

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Com muito ❤ por go7.site
English EN Portuguese PT Spanish ES