Pneunorte
Publicidade
Banner Prefeitura Paranaíta
Publicidade
W3NT
Publicidade
CIDADESDestaque com Foto

População vive drama por falta de perito no INSS de Alta Floresta

A falta de médico perito da Agência do INSS [Instituto Nacional de Seguridade Social] de Alta Floresta, continua sendo causa de grandes transtornos para a população de vários municípios da região. Conforme o vereador Adelson Rezende (PDT) as pessoas que dependem de fazer perícia médica, estão sendo enviadas para cidades distantes, como Água Boa, em outro extremo do Estado.
“As pessoas estão passando necessidades, doentes e tem que ir em Água Boa! Grande parte não tem condições.  Se não fizer a perícia, não é homologado seu benefício e a pessoas ficam se receber. Tem muita gente, que depende disto para sobreviver, que estão passando fome e que vem a nossos gabinetes chorando em busca de ajuda. Dependem do benefício para por comida na mesa”, enfatiza o vereador. 

Perícias estão sendo marcadas para serem feitas em Água Boa; vereador diz que irá acionar Defensoria Pública

Conforme o vereador, a situação é caótica e o problema é gravíssimo e não há perspectivas. Segundo ele, a resposta do INSS é que irá resolver o problema com concurso público em 2022. Porém, ele observa que o ano que vem haverá eleições e em anos eleitorais não é realizado concursos. Com relação a falta de perícia, só Mato Grosso passa por esta situação. 

O parlamentar sugere que a contratação imediata de médicos seria a solução para preencher a vaga no INSS de Alta Floresta. Conforme o vereador, há médicos na cidade que poderiam ser credenciados para realizar este atendimento. 

Este drama vivido pela população de Alta Floresta e região, de acordo com o vereador, chegou em um limite. 

E é necessário que a Defensoria Pública tome uma atitude. “Nós vereadores temos que nos reunirmos com a Defensoria Pública e com o setor jurídico do município, para obrigar o INSS a garantir este benefício para o trabalhador de Alta Floresta. Esperamos que o governo Federal se sensibilize para que as pessoas não precisem se deslocar para outros municípios para fazer perícia médica”, sugere Adelson.

Fonte
José Vieira do Nascimento / Mato Grosso do Norte
Prestiberiana Interno

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Com muito ❤ por go7.site
English EN Portuguese PT Spanish ES