sábado, 25 maio, 2024
InícioAGRONEGÓCIOSÁrea plantada de soja da região de Alta Floresta tem crescimento de...

Área plantada de soja da região de Alta Floresta tem crescimento de 437% em seis anos e supera números estaduais e nacionais

Enquanto a área de plantio estadual cresceu em 36,6% e nacional, em 24%, seis cidades na região de Alta Floresta, proporcionalmente, ultrapassaram a marca dos 430% nos últimos seis anos. Pecuária regional também se sobressai

As cidades de Alta Floresta, Apiacás, Carlinda, Nova Bandeirantes, Nova Monte Verde e Paranaíta, no norte de Mato Grosso, alcançaram números recordes na produção de soja nos últimos seis anos.

Dados da Coordenadoria de Defesa Sanitária Vegetal (CDSV) do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT), apontaram que entre as safras 2017/2018 e 2022/2023 a área de plantio de soja nesta região foi de 31,5 mil hectares (ha) para 169,1 mil ha, representando um salto de 437% na extensão cultivada.

Mato Grosso – maior produtor brasileiro de soja – conforme a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), em levantamento em junho de 2023, contabiliza 12.086,0 milhões de hectares de seu território ocupados pela oleaginosa. Na safra 2017/2018, segundo números da CDSV do Indea, a extensão era de 7,8 milhões, ou seja, no Estado, a área plantada teve incremento de 54%.

Em nível estadual, a produção da última safra alcançou 45.600,5 milhões de toneladas com produtividade de 3.773 kg/ha.

Já em território nacional a evolução foi de 24% no contexto da área plantada de soja. Eram 35,5 milhões de hectares na safra 2017/2018 e atualmente são 44 milhões. Os dados também são da Conab.

O número de produtores também teve salto recorde no conjunto das seis cidades que têm Alta Floresta como polo. Na safra 2017/2018 eram 49 produtores. Em 2022/2023 houve um salto de 425%, pois atualmente a somatória é de 257 agricultores.

Já em níveis estaduais o número de produtores foi de 5.666 para 8.470, representando incremento de 49,5%.

Outra variável do estudo contabiliza as propriedades produtoras de soja na região de Alta Floresta. Na safra 2017/2018 eram 80 propriedades e, atualmente, contabilizam 439 unidades. São 449% a mais de propriedades em produção em relação à safra de seis anos atrás.

A pujança da região Norte também destacou-se na produção pecuária. O rebanho bovino das seis cidades teve um salto de 25% de 2016 a 2022. Foi de 2,4 milhões de cabeças para 3,06 milhões.

O rebanho bovino de Mato Grosso em 2016 era de 30,2 milhões e, em 2022, 34,3 milhões de cabeças de gado, representando acréscimo de 13,77%.

Participe do nosso grupo de Whatsapp

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Mais popular

Feito com muito 💜 por go7.com.br
Pular para o conteúdo