Pneunorte
Publicidade
Mercado União 385
Publicidade
Clinica Andre
Publicidade
ManchetesSAÚDE

MT ultrapassa 14,4 mil casos e confirma 3 mortes por dengue

Somente nos três primeiros meses deste ano, Mato Grosso ultrapassou 14,4 mil casos prováveis de dengue, quantidade que representa um aumento de 110,8% em relação ao mesmo período de 2021, quando ocorreram 6.869 notificações.

Além disso, o Estado tem três mortes confirmadas e investiga outras três em decorrência da doença.

Os dados constam em novo informe epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde.

Segundo o relatório, Mato Grosso apresenta alto risco de transmissão da dengue, ao contar com uma taxa de incidência é de 415,6 casos por 100 mil habitantes.

Dos 141 municípios mato-grossenses, 62 apresentam quadro preocupante.

Entre eles, Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá), que conta com uma incidência de 1.072,8 casos por 100 mil, e Tangará da Serra (239 km a Noroeste da Capital), com 341,2/100 mil.

Maiores cidades em termos populacionais, Cuiabá e Várzea Grande apresentam baixo risco de contaminação.

Na Capital, a taxa é de 49,3 por 100 mil pessoas, e em Várzea Grande, de 33,3/100 mil.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) define o nível de transmissão epidêmico, quando a taxa de incidência é maior de 300 casos de dengue por 100 mil habitantes.

Os óbitos confirmados neste ano ocorreram nos municípios de Arenápolis, Sinop e Pontes e Lacerda.

Já os que ainda seguem em investigação foram Lucas do Rio Verde, Marcelândia e Nova Xavantina.

Em relação a zika e a chikungunya, o Estado apresenta baixo risco de transmissão das duas doenças.

Até o momento, são 22 casos de zika e 98 registros de chikungunya.

Fonte
Editoria com Joanice de Deus - Diário de Cuiabá
Viveiro interno

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Com muito ❤ por go7.site
English EN Portuguese PT Spanish ES
Skip to content