Pneunorte
Publicidade
Clinica Andre
Publicidade
W3NT
Publicidade
GERAL

Alta Floresta: possível caso de síndrome respiratória aguda é acompanhado pela Vigilância Epidemiológica e Hospital Regional

Um paciente de 63 anos que veio do estado do Tocantins e passou pela Capital Federal, Brasília, está internado no Hospital Regional de Alta Floresta com sintomas da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

Ele vem recebendo acompanhamento dos profissionais do Hospital Regional e também da Vigilância Epidemiológica de Alta Floresta.

Nossa reportagem conversou com o responsável pela Vigilância Epidemiológica do município, Sidney Leal dos Santos. Segundo ele, o paciente viajou de ônibus com passagem por Brasília e começou a sentir sintomas de gripe.

Havia também a suspeita de poder estar com Corona vírus (COVID-19), mas após diagnóstico baseado em protocolos, não houve o enquadramento nos sintomas.

“Foi realizada a coleta do material e será encaminhado para Cuiabá, ele veio com dificuldade respiratória e com alteração na parte de tomografia e então pelo protocolo ele se encaixou na síndrome respiratória grave”, disse Sidney.

Conforme Sidney foi descartado através dos sintomas e da passagem dele por Brasília a suspeita de COVID-19.

“O LACEN vai fazer primeiro os exames de H1N1 e também o do corona vírus para desencargo de consciência”, pontuou.

Por precaução e adotando medidas padrão, o paciente está isolado.

A Vigilância Epidemiológica, juntamente com o Hospital Regional acreditam que o caso se trata de uma Síndrome Respiratória Aguda Grave. “Todos os exames serão realizados e dentro de 3 ou 4 dias teremos o resultado”, disse.

BEIRA RIO INTERNO

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Com muito ❤ por go7.site
English EN Portuguese PT Spanish ES