segunda-feira, 17 junho, 2024
InícioDesign da HomeDestaque com foto 1Alta Floresta já destinou 12 carretas de donativos para vítimas de enchentes...

Alta Floresta já destinou 12 carretas de donativos para vítimas de enchentes no RS

O município de Alta Floresta tem se destacado como um dos maiores arrecadadores de donativos para as vítimas das enchentes no estado do Rio Grande do Sul. Desde que iniciaram as campanhas pelo Brasil para ajudar quase um milhão de pessoas afetadas em mais de 420 cidades afetadas pelas fortes chuvas no início do mês, o município polo do extremo norte do estado de Mato Grosso mobilizou sua população e essa semana fechou a décima segunda carga em carreta para as mais diversas regiões atingidas.

Colchões, cobertores, roupas, alimento, produtos de higiene, água potável, calçados, móveis, eletros e uma infinidade de outros donativos foram deixados no Sindicato Rural que se tornou uma base de campanha do município de Alta Floresta.

Depois de entregues pelos doadores, os produtos eram selecionados e colocados em divisórias diferentes. O prédio com mais de dez repartições foi tomado por doações que não param de chegar. A todo momento chega pessoa, empresas e instituições com algum tipo de donativo para levar ao Rio Grande do Sul.

Na quinta-feira uma carreta com capacidade para 40 toneladas saiu lotada. “Devido a variedade de produtos não sabemos se o peso que vai é esse, mas é um veículo com capacidade de 106 metros cúbicos e está cheio de doações de Alta Floresta”, comentou Willian Piloni, um dos diretores da Aprosoja e um dos organizadores das arrecadações. “São 14 carretas de nossa região, mostrando o quanto a população é solidária”, comentou.

Seguirá via pix

Possivelmente ainda serão encaminhadas uma ou duas carretas, mas o Sindicato Rural já começa a articular outra forma de seguir a campanha para ajudar a população do Rio Grande do Sul onde a água do Rio Guaíba, Lagoa dos Patos e outros pontos baixaram e os moradores começaram a voltar para suas casas.

“Uma carreta como essa tem custo de quase 20 mil reais para uma viagem como essa. Vamos ver números de telefones ou pix onde podemos divulgar para que as pessoas que ainda querem ajudar, possam enviar valores direto para as contas, e assim as famílias afetadas pelas chuvas já compram os produtos lá também, ajudando o comércio do Rio Grande do Sul que está tentando retomar as atividades e precisa muito do apoio”, explicou.

Participe do nosso grupo de Whatsapp

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Mais popular

Feito com muito 💜 por go7.com.br
Pular para o conteúdo