Pneunorte
Publicidade
Mercado União 385
Publicidade
Clinica Andre
Publicidade
CIDADES

Águas Alta Floresta inicia testes da nova Estação Elevatória de Esgoto (EEE) Almeida Prado

Acompanhando o cenário de crescimento de Alta Floresta, a concessionária responsável pelos serviços de saneamento do município celebra o aniversário de 43 anos da cidade com outra obra determinante para a ampliação do sistema de saneamento. A Águas Alta Floresta inicia os testes da nova Estação Elevatória de Esgoto (EEE) Almeida Prado, cuja ampliação irá impulsionar os índices de tratamento dos efluentes. Benefício direto para o meio ambiente e para mais qualidade de vida à comunidade alto florestense.

A EEE Almeida Prado, localizada no bairro Almeida Prado, com capacidade de vazão de fim de plano 58,78 litros de efluentes por segundo, conta tecnologia de ponta, maior performance operacional e investimentos da ordem de R$ 605 mil. Nesta primeira etapa, a unidade já começa a atender aproximadamente 4,3 mil pessoas. No entanto, essa cobertura saltará ao fim da segunda etapa para o atendimento a quase 22 mil pessoas, resultando em uma significativa entrega ao Sistema de Coleta e Tratamento do município. Isso porque as estações elevatórias de esgoto colaboram com o transporte do material coletado até a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), garantindo que os resíduos sanitários cheguem até a ETE por meio de bombeamento.

“Iniciamos o ano analisando e direcionando os investimentos e recursos a fim de acompanhar o crescimento do município, visando o aumento da cobertura dos serviços, tanto na água quanto no esgoto. Estamos contentes em participar e comemorar mais um ano de Alta Floresta. Para este mês, em especial, podemos apontar a entrega das obras de ampliação da EEE Almeida Prado como uma ação significativa para o aniversário da cidade. Afinal, a ampliação da unidade proporciona a curto, médio e longo prazo melhorias no serviço entregue à população”, afirma o diretor operacional da Iguá Mato Grosso, André Silva.

Além de impactar diretamente a operação e os índices de tratamento de esgoto no município, a ampliação da unidade colabora diretamente com a preservação do Rio Taxidermista e nascentes localizadas no município. “Estamos cientes de nosso papel na vida da sociedade, como também, o impacto e benefício ambiental que pretendemos alcançar. A ampliação representa, diretamente, um maior volume de água tratada devolvida aos mananciais e, como isso, a garantia da sobrevivência de nossos recursos hídricos”, declara o diretor operacional.

BEIRA RIO INTERNO

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Com muito ❤ por go7.site
English EN Portuguese PT Spanish ES
Skip to content