Pneunorte
Publicidade
Banner Prefeitura Paranaíta
Publicidade
W3NT
Publicidade
AGRONEGÓCIOSDestaque com Foto

Mato Grosso deve ganhar pelo menos mais sete centros de treinamentos em 2022; um em Alta Floresta

Com o objetivo de atender as necessidades do setor agropecuário que é dinâmico e tem a qualificação de mão de obra como um de seus principais gargalos, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso investe em polos tecnológicos. Em 2021 já são oito em fase de conclusão da documentação e início de construção. Além destes, há o Centro de Excelência em Tangará da Serra que também está em fase de construção.

Os dois primeiros polos, sendo um em Sorriso e outro em Campo Novo do Parecis, realizam em média 10 cursos por semana. Para estes dois polos já têm mais de 40 parceiros que garantem o que há de mais moderno em máquinas e equipamentos para as aulas práticas dos participantes dos cursos ofertados pelo Senar-MT em parceria com os 93 Sindicatos Rurais de Mato Grosso.

O superintendente do Senar-MT, Francisco Olavo Pugliesi de Castro, conhecido como Chico da Pauliceia conta que em 2022 serão realizados 10 mil cursos e treinadas mais de 120 mil pessoas. Segundo ele, estão previstos CTs para Campo Verde, Sapezal, Água Boa, Alta Floresta, Rondonópolis, Baixada Cuiabana e um em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Vale ressaltar que estes números são bastante dinâmicos. O coordenador de polos tecnológicos do Senar-MT, Wlademiro Neto acrescenta que há várias etapas no processo de concretização de cada um destes projetos. Ele explica ainda que já em fase final de conclusão estão os projetos do CT do Fogo e também o da Baixada Cuiabana.

Em parceria com o Corpo de Bombeiros, o CT do Fogo tem como objetivo treinar os bombeiros para operar as máquinas da linha amarela e utilizar equipamentos essenciais no combate de grandes incêndios. E por outro lado, os militares vão ensinar os produtores e trabalhadores rurais as técnicas de prevenção e combate aos incêndios.

Já o CT da Baixada Cuiabana em parceria com prefeituras e sindicatos será construído no Distrito de Aguaçu, em Cuiabá. A ideia é levar informação e conhecimento para que as pessoas possam se capacitar e ampliar as possibilidades de conquistar um posto de trabalho.

O presidente do Sindicato Rural de Vera, Rafael Bilibio conta que ficou impressionado com a estrutura do CT de Sorriso. “E fiquei ainda mais surpreso com o número de tecnologia ofertadas. O simulador de pulverizador é fantástico”.

Assim como Bilibio, o presidente do Sindicato Rural de Brasnorte Cleber José dos Santos Silva também ficou impressionado quando visitou o local pela primeira vez. “Temos uma estrutura que pode gerar conhecimento e eu jamais imaginava que existia em Mato Grosso”.

Fonte
Assessoria de Imprensa - Senar/MT
Contal interno

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Com muito ❤ por go7.site
English EN Portuguese PT Spanish ES