Alta Floresta (MT), 18 de outubro de 2018 - 12:50

Saúde

13/12/2017 05:16 Rose Velasco | SES-MT

Plano Estadual de Enfrentamento a hanseníase prevê estratégias inovadoras até 2020

O Plano Estadual de Enfrentamento da Hanseníase, que já vem sendo executado pelo governo do Estado, passou por adequações estratégicas inovadoras propostas por técnicos de nove diferentes áreas da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT). As estratégias deverão ser desenvolvidas até o ano de 2020.

O Plano foi apresentado ao gabinete coletivo da SES, ontem terça-feira (12.12), sendo aprovado por todos os gestores da pasta.

As inovações têm como referência a estratégia global de combate à doença prevista em um pacto entre os países e que, a cada ano, passa por análise dos resultados alcançados.

“Procuramos adequar as propostas a realidade regional, respeitando as particularidades de cada região e com o planejamento de ações focadas para a atenção básica de saúde, que é a porta de entrada do cidadão no Sistema Único de Saúde (SUS)”, explicou a coordenadora dos trabalhos e Técnico em Serviço de Saúde do SUS, Ana Carolina Machado Landgraf.

O Plano Estadual prevê ações de reestruturação de serviços de áreas descentralizadas da SES-MT, como o Centro Estadual de Referência em Média e Alta Complexidade (Cermac) e o Laboratório Central de Saúde Pública de Mato Grosso (Lacen), aquisição de equipamentos de diagnóstico da hanseníase; mais investimentos em comunicação e em educação permanente dos servidores, a assistência hospitalar ao paciente com hanseníase e a criação de rede de autocuidado nos municípios. "O município de Alta Floresta já informou que tem interesse em criar essa rede de autocuidado e deverá ser o primeiro a ter essa iniciativa no Estado", salientou Cícero Fraga de Melo, enfermeiro responsável pelo programa estadual de Hanseníase em Mato Grosso.

Entre as novas propostas está a criação de ambulatórios de atenção especializada regionalizados em oito municípios estratégicos, cujas equipes técnicas já receberam capacitação sobre hanseníase realizada pela SES/MT. Essas unidades deverão receber apoio financeiro do governo para a estruturação do serviço.

Outra proposta é utilizar as unidades municipais de reabilitação para a oferta do serviço de sapataria para pacientes com hanseníase e que necessitam de palmilhas especiais para tratar de lesões e evitar amputações.

O combate ao estigma e ao preconceito em relação à doença também será alvo do governo, por meio de campanhas educativas para a sociedade e principalmente para a rede estadual de educação. 

A secretária executiva de Saúde, Fátima Ticianel, parabenizou a equipe da SES pela dedicação à causa da hanseníase e destacou a importância da parceria dos municípios para que, de fato, o Plano Estadual alcance o seu objetivo principal que é o de erradicar a hanseníase e tirar o Estado do ranking nacional da doença.

A secretária adjunta de Políticas e Regionalização, Maria José Vieira da Silva, elogiou a participação e o envolvimento de todos os técnicos altamente qualificados para o trabalho de atualização do Plano Estadual, com ações claras e bem planejadas, pensando, inclusive, na área do conhecimento cientifico com propostas para a educação permanente de servidores da saúde estadual e municipais sobre a hanseníase.

O Plano Estadual de Enfrentamento da Hanseníase será entregue ao secretário Estadual de Saúde, Luiz Soares, que fará a apresentação final ao governador do Estado, Pedro Taques. A nova versão do plano será apresentada na reunião da CIB (Comissão Intergestora Bipartite) e aos Conselhos de Saúde.


Novo whats 190Doe313ok

Notícia Exata

Endereço: Rua A-4, nº 412 - Setor A - Centro
Alta Floresta - Mato Grosso
Fone: (66) 9 9912-8992 ou (66) 9 8436-0806
Cep.: 78580-000
contato@noticiaexata.com.br

Redes Sociais

Cotação
Dólar
Euro
31/12 20:00

Notícia Exata © 2010 - 2018 - Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo