Alta Floresta (MT), 28 de junho de 2017 - 15:03

Saúde

28/03/2017 15:08 Clay Jr. - Notícia Exata

Alta Floresta: com 3 meses de salário em atraso, médicos do Hospital Regional irão atender somente urgências e emergências

Nove profissionais médicos que atendem no Hospital Regional de Alta Floresta, norte do estado, devem iniciar um movimento grevista a partir desta quarta-feira (29), atendendo somente urgências e emergências, uma vez que estão há 3 meses sem receber os seus salários.

A informação foi confirmada na tarde desta terça-feira (28), pelo advogado que representa os profissionais.

A paralisação será comunicada oficialmente a direção do Hospital Regional nesta quarta, a partir das 09h00. O documento é direcionado ao diretor da unidade José Marcos, que na ocasião representa o Hospital Regional Albert Sabin de Alta Floresta, Ipas - Instituto Pernanbucano de Assistência à Saúde.

Conforme documento disponibilizado ao Notícia Exata, a medida leva em consideração também a necessidade de médicos triadores na recepção do hospital ao invés de enfermeiros, para classificação do quadro clínico do paciente.

Outros problemas também são elencados, como a falta de banheiros no repouso médico masculino, a falta de consultório médico para discussão de casos sigilosos, tais como casos clínicos e passagem de plantões onde são tratados informações pessoais e sigilosas dos pacientes e também a defasagem readequação salarial conforme os índices INPC – Índice Nacional dos preços ao consumidor.

Os profissionais também relatam a necessidade de segurança e ética, a necessidade de restrição da entrada de médicos que não façam parte do corpo clínico do hospital.

“Não é possível exercer com dignidade a profissão de médico sem a adequada remuneração, é fato que estão atrasados os salários referente aos meses de novembro, dezembro, fevereiro e março dos anos de 2016 e 2017”, diz trecho do documento.

Conforme a classe médica que atende no Hospital Regional, desde o ano de 2015, não houve qualquer reajuste salarial, o salário mínimo, subiu, os preços dos produtos subiram, os impostos subiram, enfim existe uma defasagem no salário pago atualmente a nossa categoria médica.

Há ainda o relato de episódios recentes, no qual familiares de pacientes trazem outros médicos que não fazem parte do corpo clínico a fim de tratar os pacientes internados, assim interferindo no trabalho e em nas condutas médicas, até mesmo revertendo os tratamentos utilizados e as decisões médicas tomadas pelo corpo clínico.

O documento a ser protocolado nesta quarta, cita o DIREITO A GREVE na Constituição Federal em seu art. 9º diz que: Art. 9º É assegurado o direito de greve, competindo aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercê-lo e sobre os interesses que devam por meio dele defender. É um direito essencial delimitado ao trabalhador a fim de ter resguardados seus direitos e interesses e uma forma legal para se defender. A lei 7.783/1989, dispõe sobre o direito de greve: Art. 2º Para os fins desta Lei, considera-se legítimo exercício do direito de greve a suspensão coletiva, temporária e pacífica, total ou parcial, de prestação pessoal de serviços a empregador. Bem como indica prazo para notificação de 48 horas, conforme paragrafo único do art.

3º da lei 7.783/1989: A entidade patronal correspondente ou os empregadores diretamente interessados serão notificados, com antecedência mínima de 48 (quarenta e oito) horas, da paralisação. Por certo, o direito a greve dos médicos pode ser exercido tendo em vista os serviços essenciais que são demonstrado no artigo 10 da lei 7.783/1989.

Prazo de 48 horas

Por cumprimento estrito a lei os profissionais citam que se não solucionados em 48 horas as referidas reivindicações há a eminencia de greve com prazo indeterminado para a cessação.

Assembleia Geral

O SINDICATO DOS MÉDICOS DO ESTADO DE MATO GROSSO – SINDIMED-MT, por meio de sua representante legal, Eliana Maria Siqueira Carvalho, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, convoca os médicos do municipio de Alta Floresta, para assembleia geral extraordinária, a ser realizada na Av. Perimetral Rogério Silva (em frente à Justiça do Trabalho) – Setor D – Alta Floresta, no dia 03/04/2017 (Segunda-feira), às 19h00, em primeira convocação e em segunda e última convocação às 19h30min, com a seguinte pauta:

  1. A) ATRASOS SALARIAIS;
  2. B) REAJUSTE SALARIAL; CONTRATAÇÃO DE PROFISSIONAIS MÉDICOS PARA TRIAGEM DE PACIENTES;
  3. C) FALTA DE CONDIÇÕES DE TRABALHO;
  4. D) FALTA DE SEGURANÇA;
  5. E) DEFLAGRAÇÃO DE MOVIMENTO GREVISTA;
  6. F) DEFLAGRAÇÃO E MANUTENÇÃO DO ESTADO DE ASSEMBLEIA PERMANENTE;
  7. G) ASSUNTOS CORRELATOS.

Novo whats 190Doe313ok

Notícia Exata

Endereço: Rua A-4, nº 412 - Setor A - Centro
Alta Floresta - Mato Grosso
Fone: (66) 9912-8992 ou (66) 8436-0806
Cep.: 78580-000
contato@noticiaexata.com.br

Redes Sociais

Cotação
Dólar 3,2989
Euro 3,7504
28/06 12:05

Notícia Exata © 2010 - Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo