Alta Floresta (MT), 18 de janeiro de 2019 - 02:46

Política

08/01/2019 09:54 Larissa Malheiros - Folhamax

MT: Estado anuncia que pagará servidor "por faixa" a partir de fevereiro

Em reunião com o Fórum Sindical, o governador Mauro Mendes (DEM) anunciou que deve realizar o pagamento da folha salarial de janeiro por “faixa de valor”. A proposta anunciada pelo chefe do Executivo é de que os servidores receberão uma quantia salarial até o dia 10 do mês subsequente, e o complemento do valor será feito no decorrer daquele mês. 

A proposta de Mendes ainda depende do movimento do caixa do Executivo. A declaração do gestor aconteceu na noite desta segunda-feira (07), na reunião com integrantes do Fórum que aconteceu no Palácio Paiaguás. 

“No próximo mês, nós traremos, se o nosso sistema permitir, se nossos técnicos conseguirem fazer essa alteração, nós vamos mudar e vamos fazer um pagamento por faixa de valores, aonde os mais de 100 mil servidores vão receber então um valor que o caixa permitir,  R$ 5 mil,  R$ 6 mil para todo mundo. Não interessa quanto a pessoa ganha, vamos pagar ali, se for possível R$ 6 mil, se for possível R$ 7 mil, o que a arrecadação nos permitir”, exemplificou. 

Mendes explicou que nova proposta era para ter sido feita no pagamento da folha de dezembro, mas não houve tempo hábil. E que, com este formato de pagamento, no decorrer do mês fará o pagamento do complemento do salário. “À medida que for tendo a disponibilidade financeira, a gente vai complementando esses valores para aqueles servidores que tem faixa salarial maior. Então é uma mudança que já pedimos para que seja feita. A limitação de não ter sido feita agora, foi realmente de ordem sistêmica, de mudar aquilo que já tinha gerado que já tinha sido empenhado e já estava liquidando para o pagamento. Então nos disseram que não era possível fazer”, explicou. 

O representante do Fórum Sindical, Oscarlino Alves, destacou que o governador apresentou os números do caixa do executivo. De positivo, ele citou que ficou comprometido pelo secretário de Fazenda, Rogério Gallo, e de Gestão, Basílio Bezerra, que mesmo com a situação atual do executivo, não terá congelamento salarial dos servidores, e que novos projetos devem ajudar a mudar a realidade financeira do Estado. 

“Os secretários confirmaram que não haverá o congelamento dos salários, vai um pacote para se melhorar a receita do estado em relação a reedição do Fethab que vai dar um incremento de R$ 50 milhões mês na conta no erário público que vai permitir fazer compromisso com folha de pagamento”, disse. 

Oscalino avisa que o objetivo do Fórum não foi negociar salário, mas sim mostrar a indignação dos servidores ao novo gestor. “Foi apresentado os números para nós. Não fomos lá para negociar salário, parcelamento de salário de ninguém, fomos lá para ratificar que é inconcebível 13° dos colegas aniversariantes do mês de novembro e dezembro que está atrasado e ao ser apresentado parcelamento que nós não concordamos com isso o 13 de colegas que vão fazer aniversário a partir de agora em janeiro de 2019 que o governo quer arrastar para dezembro de 2019”.  

O sindicalista ainda cobra que o Executivo faça o pagamento dos encargos e juros que é imposto na constituição do Estado por conta do atraso salarial. Oscalino avalia que será necessária uma conversa com a categoria, para saber como agirão perante a situação dos atrasos salariais. “Eles dizem de corpo presente e garantem e apresentam os números que não tem esse recurso para poder pagar agora e a gente vai ver como a gente vai reagir coletivamente a toda essa pendenga que a gente está sofrendo aí”.


Novo whats 190Doe313ok

Notícia Exata

Endereço: Rua A-4, nº 412 - Setor A - Centro
Alta Floresta - Mato Grosso
Fone: (66) 9 9912-8992 ou (66) 9 8436-0806
Cep.: 78580-000
contato@noticiaexata.com.br

Redes Sociais

Notícia Exata © 2010 - 2018 - Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo