Alta Floresta (MT), 21 de janeiro de 2019 - 06:44

Polícia

09/01/2019 11:10 Larissa Malheiros

MT: Mauro deve extinguir EMPAER e mais 5 empresas públicas para cortar supersalários em MT

O governador Mauro Mendes (DEM) adiantou que o projeto da reforma administrativa que será encaminhado amanhã quinta-feira (10) para a Assembleia Legislativa pede a  extinção de seis empresas públicas. Além disso, ele lembra que também está inserida na proposta a redução das Secretarias de Estado. 

“Amanhã vai a reforma administrativa, de 24 Secretarias estamos reduzindo para 15 secretarias, estou pedindo autorização para extinguir seis empresas públicas”, contou ele em entrevista a rádio Capital na manhã desta quarta-feira (09).

As empresas públicas que constam na proposta para extinção são: Empresa Mato-Grossense de Pesquisa e Extensão Rural (Empaer), a Companhia Matogrossense de Mineração (Metamat), a Mato Grosso Desenvolve, Agência Metropolitana (Agem), a Empresa Matogrossense de Tecnologia da Informação (MTI)  e a Central de Abastecimento do Estado (Ceasa). 

“Seis empresas públicas sendo extintas, precisamos economizar , não tem mais jeito. Uma delas é a Empaer, a Metamat , a MTI, MT Fomento que é a Desenvolve MT a Agen. São empresas que nós julgamos que não são necessárias , precisamos daquilo que é necessário que é importante. Um Estado grande demais, ele fica descontrolado e fica essas maluquices acontecendo como aconteceu na Empaer”, disse. 

Ao se referir a Empaer, Mendes fala sobre ganhos salariais de alguns funcionários do qual considera exorbitante. O governador cita o salário de uma funcionária de serviços gerais que recebe R$ 13 mil. 

“Tem gente no Estado, na Empaer, que a empresa  Mato-grossense de Pesquisa e Extensão Rural tem mais de 600 funcionários nesta empresa . A menina que serve cafezinho, serviços gerais, ganha R$ 13 mil. O motorista ganha R$ 15 mil”. 

Por isso, ele revela que o projeto pede a extinção da empresa com objetivo de demitir todos os funcionários e evitar injustiças com o trabalhador. O democrata avisa que não pode fechar os olhos para o que acontece nas empresas públicas. 

“Eu não tenho como diminuir salário de ninguém, mas eu posso propor e é o que estou propondo na Assembleia Legislativa extinguir  a Empaer. Extinguir a CLT, porque são todos celetistas, extinguindo a empresa nós podemos fazer a demissão. Então não dá para eu como governador, não posso concordar, não posso ficar sabendo que existe uma distorção e uma injustiça tão grande como essa e não fazer nada”, assinalou.

O governador, porém, não informou a economia que terá com a extinção destes cargos.


Novo whats 190Doe313ok

Notícia Exata

Endereço: Rua A-4, nº 412 - Setor A - Centro
Alta Floresta - Mato Grosso
Fone: (66) 9 9912-8992 ou (66) 9 8436-0806
Cep.: 78580-000
contato@noticiaexata.com.br

Redes Sociais

Notícia Exata © 2010 - 2018 - Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo