Alta Floresta (MT), 17 de outubro de 2018 - 17:03

Geral

10/10/2018 05:07 Diário de Cuiabá

Celular é mais utilizado do que computador para internet

Mais de um terço (39%) dos domicílios brasileiros ainda não tem acesso à internet. Segundo a pesquisa TIC Domicílios 2017, divulgada na última pelo Comitê Gestor da Internet (CGI.br), são cerca de 27 milhões de residências desconectadas, enquanto outras 42,1 milhões acessam a rede via banda larga ou dispositivos móveis. 

O índice de residências sem acesso é ainda maior nas classes D e E: 70% estão afastados do mundo virtual. Na classe A, 99% dos domicílios têm alguma forma de acesso, na classe B, 93%, e na classe C, 69%. 

Quase metade dos brasileiros que acessam a internet o fazem pelo smartphone, aponta a pesquisa. Pela primeira vez na série histórica - a pesquisa é realizada desde 2005 -, o uso exclusivo de celulares para acessar a rede ultrapassou o uso misto (computador e smartphone). Um em cada cinco domicílios brasileiros tem acesso à internet sem ter um computador. 

Das 120,7 milhões de pessoas que acessaram a internet nos últimos três meses, 49% o fizeram utilizando somente o celular, 4% somente pelo computador e 47% ambos. 

Apesar do crescimento do uso na população, a discrepância entre classes sociais permanece. Enquanto a classe A está quase integralmente conectada (99%), a classe C tem 69% dos domicílios com acesso à internet e as classes D e E, 30%, sendo 80% feito em dispositivos móveis. 

Ao longo dos últimos quatro anos, o acesso à internet vem se expandindo especialmente através das redes móveis. No levantamento com dados de 2014, 43% dos domicílios não tinham nem computador nem acesso à internet. Na pesquisa atual, com informações colhidas em 2017, o índice caiu para 34%.

O preço das conexões de banda larga é um dos fatores que levam parte dos usuários a acessarem a internet somente a partir das redes móveis. A experiência, no entanto, é limitada, como destacou o gerente do Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação (Cetic.br), Alexandre Barbosa: “Quando falamos de criação de conteúdo, seja um texto, uma planilha, o dispositivo móvel tem obstáculos. Esse crescimento exclusivo acontece em classes sociais menos favorecidas. Isso cria a longo prazo uma dificuldade de habilidades digitais que são fundamentais”. 

Nos domicílios desconectados, o preço da conexão, o desinteresse e a falta de habilidade foram os principais motivos citados. A pesquisa realizou mais de 23 mil entrevistas, em 350 municípios do país. 


Novo whats 190Doe313ok

Notícia Exata

Endereço: Rua A-4, nº 412 - Setor A - Centro
Alta Floresta - Mato Grosso
Fone: (66) 9 9912-8992 ou (66) 9 8436-0806
Cep.: 78580-000
contato@noticiaexata.com.br

Redes Sociais

Cotação
Dólar
Euro
31/12 20:00

Notícia Exata © 2010 - 2018 - Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo