Alta Floresta (MT), 23 de junho de 2018 - 13:53

Educação

03/01/2018 14:24 Marco Cappelletti/Coordenadoria de Comunicação do TJMT

Material escolar: confira dicas para economizar

O ano de 2018 já chegou e junto com ele se aproxima um momento não tão agradável para os pais: a compra dos materiais escolares. Todo início de janeiro o rito se repete, a lista fornecida pelas escolas torna-se a grande vilã, assustando mães e pais com o valor a ser dispendido para o estudo dos filhos.
 
A representante comercial Tânia Alves Nery, com dois filhos, um menino de 10 e uma menina com dois anos, já começou a pesquisar os itens das listas e o valor a ser investido em livros e artigos de papelaria para o seu filho mais velho causou arrepios na representante. “Eu me assustei com o valor das listas de material escolar. A gente espera já um gasto além da mensalidade, mas você pegar uma lista de dois mil reais, entre livro e material de papelaria, para um filho?! Eu tenho dois, então você duplica o valor. É assustador. Eu mal terminei de pagar a mensalidade de dezembro e já tenho que me programar para adquirir o material anual e mais a mensalidade de janeiro, que é no início do mês. Então praticamente são três coisas simultâneas e o salário é o mesmo.” 
 
Mas os pais podem ficar tranquilos, com um pouco de planejamento e algumas dicas é possível fazer boas compras e minimizar os gastos com os materiais. 
A primeira dica de economia é sempre fazer mais de um orçamento. Por lei, as escolas devem disponibilizar a lista com no mínimo 45 dias de antecedência aos responsáveis, período suficiente para fazer a consulta de preços em diversos locais e tentar finalizar a compra o quanto antes, evitando o aumento de preços no final do período de matrícula. 
Outra dica muito importante é os pais irem sozinhos efetuar as compras. As crianças ou adolescentes acabam sempre por procurar o material de um personagem ou marca específica, através do apelo emocional, o que resulta no gasto do dobro ou triplo do valor que o pai ou mãe pagaria desacompanhado. 
 
Em relação às escolas, elas podem exigir características de produto, como, por exemplo, um caderno de tantas matérias, mas nunca exigir uma marca específica. Assim como não podem disponibilizar a lista em local ‘X’ ou em determinada papelaria, para que não se caracterize a venda casada. As listas devem estar disponíveis, de preferência, nas secretarias escolares, que é o local onde os pais efetuam as matrículas. 
 
Para o assessor jurídico do Procon-MT, Rolf Santiago, os pais precisam ficar atentos ao que de fato pode ser pedido pelas escolas na lista de material. “O que for individualizado, o que o aluno conseguir colocar na mochila dele, levar pra casa e trazer no dia seguinte, isso pode ser pedido na lista de material. Aquele material que é de uso comum, como papel higiênico, copo descartável, esse não tem como individualizar, não tem como você separar e dizer que só aquele aluno vai utilizar. Então ele não pode compor essa lista de material, mas pode, sim, compor a planilha de custos para o preço da mensalidade.”
 
Caso o consumidor note alguma irregularidade, deve procurar as unidades do Procon ou acessar o site www.consumidor.gov.br, para fazer a denúncia ou registrar a sua reclamação.
 
Segundo a proprietária de uma papelaria de Cuiabá, Iara Nunes, o mercado da Capital já esboçou uma reação e os produtos de papelaria não sofreram reajustes de preço. Ela espera que as vendas nesse período do ano aumentem em relação ao ano passado. “Este ano já está mais aquecido, a gente já viu o movimento de Natal. Então a gente espera um aumento de pelo menos 10%. A gente facilita para o consumidor, divide no cartão de crédito e tem descontos à vista também.”
 
O movimento nas papelarias no início do mês ainda é pequeno, alguns orçamentos já são solicitados, mas de acordo com Iara, os pais acabam sempre deixando para a semana próxima ao início das aulas, o que pode acarretar alguns imprevistos.

Novo whats 190Doe313ok

Notícia Exata

Endereço: Rua A-4, nº 412 - Setor A - Centro
Alta Floresta - Mato Grosso
Fone: (66) 9 9912-8992 ou (66) 9 8436-0806
Cep.: 78580-000
contato@noticiaexata.com.br

Redes Sociais

Cotação
Dólar
Euro
31/12 20:00

Notícia Exata © 2010 - 2018 - Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo