Alta Floresta (MT), 14 de novembro de 2018 - 00:19

Natal solidario 2018

Economia

23/10/2018 06:10 Marianna Peres - Diário de Cuiabá

Cheque sem fundos: MT fecha setembro com menor volume em 12 meses

Mato Grosso fechou setembro com o menor índice de cheques sem fundos dos últimos 12 meses, 1,76%, além de registrar o menor nível de 2018, conforme dados do Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos. O resultado revela que para casa 100 cheques emitidos como forma de pagamento, menos de dois deles retornaram por falta de fundo. 

Conforme o Indicador, desde o mês de maio, Mato Grosso vem reduzindo a inadimplência por meio dessa forma de pagamento, atingindo no mês passado o menor nível do ano também. O índice apurado em setembro está bem abaixo do contabilizado em igual momento do ano passado, 1,92%. Em relação ao Centro-Oeste, Mato Grosso teve o terceiro melhor resultado, ficando atrás apenas de Mato Grosso do Sul, cujo saldo foi 1,68%. Distrito Federal e Goiás registraram 2,94% e 2,12%, respectivamente. 

A redução no volume de cheques sem fundo foi registrada na média nacional. Como detalha a Serasa, o Brasil atingiu, em setembro, o menor percentual de 2018 e dos últimos oito anos quando considerado apenas este mês. O índice de devolução de cheques pela segunda vez por insuficiência de fundos fechou em 1,67% no nono mês deste ano. 

O percentual deste mês apresentou queda em relação a agosto de 2018 (1,78%) e também nos números do consolidado de setembro do ano passado (1,78%). Já no acumulado de janeiro a setembro de 2018, o índice de cheques sem fundos foi de 1,93%, representando o menor número nos últimos oito anos, quando atingiu 1,80% em 2010. 

Na comparação entre o acumulado de janeiro a setembro, Mato Grosso registra índice de 2,02%, fechando o período acima da média nacional. Nesse ranking, o Estado ocupa a 18ª posição em devoluções, mas mantém o terceiro melhor saldo do Centro-Oeste, novamente atrás de Mato Grosso do Sul (1,98%). Distrito Federal e Goiás seguem liderando a inadimplência na região, 3,26% e 2,43%, respectivamente. 

De acordo com os economistas da Serasa Experian, a menor utilização dos cheques como meio de pagamento, o patamar mais baixo das taxas de juros e o recuo da inflação após o repique causado pela greve dos caminhoneiros, têm contribuído para a redução da inadimplência com cheques no país. 

No levantamento por estados, o resultado acumulado de janeiro a setembro deste ano repetiu a composição do ranking observada no período anterior (janeiro-agosto/18). Amapá se manteve na primeira posição (13,23%) e Rondônia ficou em último (1,46%). 


Novo whats 190Doe313ok

Notícia Exata

Endereço: Rua A-4, nº 412 - Setor A - Centro
Alta Floresta - Mato Grosso
Fone: (66) 9 9912-8992 ou (66) 9 8436-0806
Cep.: 78580-000
contato@noticiaexata.com.br

Redes Sociais

Cotação
Dólar
Euro
31/12 20:00

Notícia Exata © 2010 - 2018 - Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo