Alta Floresta (MT), 26 de abril de 2017 - 04:47

Hamoa banner 2017

Economia

11/04/2017 13:52 Carlos Palmeira - RD News

Salário do servidor público de MT é 4 vezes maior que da rede privada

O servidor público estadual mato-grossense recebeu um salário médio de 6,8 mil em 2015, quatro vezes maior do que o do trabalhador da iniciativa privada, cujo rendimento médio foi de R$ 1,7 mil no mesmo ano, segundo números do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Além dessa expressiva vantagem, os funcionários públicos ainda conseguiram uma valorização salarial de quase 70% entre 2006 e 2015, valor acima da média nacional que foi de 50,8%. 

Tal valorização, de exatos 68,3% do rendimento desses trabalhadores foi a 11ª maior do país. Os Estados do Ceará (78%), Piaui (77,7%) e Maranhão (75,3%) foram os líderes no quesito. Os dados sobre os servidores públicos foram divulgados pelo jornal O Globo nesta segunda (10).  

O funcionário público mato-grossense também teve o quarto maior salário do país em 2015. O Estado ficou atrás apenas do Amapá (R$ 8,8 mil), Distrito Federal (R$ 8,7 mil) e Santa Catarina (R$ 7 mil). A conta inclui o pagamento dado aos servidores estatutários e aos militares. 

Causas

De acordo com o professor e economista Aurelino Levy Dias de Campos, a valorização dos salários dos servidores públicos estaduais aconteceu por uma questão política.

“A diferença está na profissionalização dos sindicatos. Após a Constituição de 1988, muitas categorias, sendo a grande maioria delas de servidores públicos, conseguiram grandes avanços. O que ajudou ainda mais na questão foi a presença de governos que acabaram valorizando esses sindicatos que tinham mais força e proximidade com eles”, pontua.

Levy explica, porém, que apesar dos indicadores apontarem que os trabalhadores públicos estão alheios da realidade dos funcionários da iniciativa privada, é importante lembrar que o problema das contas públicas também foi gerado por problemas de falta de gestão e que eles também devem entrar na conta da provável reforma da Previdência.

“O Governo percebeu que vai ter que cortar na pele, que não tem outro jeito. O problema é a forma de fazer isso. Eu não acho que deveríamos mudar a regra do jogo aos 45 minutos do segundo tempo. Servidores recebem mais de aposentadoria porque contribuem mais também. O ideal seria começar do zero com uma regra igual para todos além, claro, de uma melhora na eficiência dos gastos públicos”, finaliza.


Novo whats 190Doe313ok

Notícia Exata

Endereço: Rua A-4, nº 412 - Setor A - Centro
Alta Floresta - Mato Grosso
Fone: (66) 9912-8992 ou (66) 8436-0806
Cep.: 78580-000
contato@noticiaexata.com.br

Redes Sociais

Cotação
Dólar 3,1515
Euro 3,4471
25/04 16:05

Notícia Exata © 2010 - Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo