Alta Floresta (MT), 13 de dezembro de 2017 - 14:21

Cidades

01/08/2017 14:17 Clay Jr. - Notícia Exata com Abraão Lincoln - Rádio Progresso

IFMT protocola denúncia no Ministério Público de Alta Floresta por falhas no transporte de alunos

Na tarde de ontem, segunda-feira (31) o diretor da IFMT, unidade de Alta Floresta, Júlio Cezar dos Santos, protocolou junto ao Ministério Público de Alta Floresta, denúncia relativa ao descumprimento de acordo firmado no que diz respeito ao transporte de alunos do IFMT local.

Segundo Júlio, os alunos utilizam o transporte público municipal, fornecido por uma empresa particular, com a qual a prefeitura municipal firmou em 2016 um termo aditivo envolvendo Prefeitura/IFMT e empresa para a criação de alguns novos itinerários que serviriam para atender ao IFMT.

“Os alunos utilizam o transporte público do município, não é um transporte exclusivo, o que ocorreu foi que no final do ano de 2016, a prefeitura realizou um termo aditivo, criando alguns novos itinerários para atender aos alunos do IFMT e tem ocorrido que os pais, alunos e servidores estão insatisfeitos com a qualidade do transporte, a empresa não vem cumprindo com o acordado inicialmente”, disse Júlio a Rádio Progresso.

Porém sem prévia comunicação, a empresa suspendeu algumas itinerários, que atendiam alunos do Jardim Universitário, Jardim Primavera e Jardim das Oliveiras, resultando em perca de provas e até atraso de chegada dos alunos a instituição.

Pais, alunos e servidores reclamaram da situação, uma reunião chegou a ser feita com o proprietário da empresa, na qual ele se responsabilizou em retomar os itinerários, porém a promessa não foi cumprida.

Além dos cortes de algumas linhas, o diretor do IFMT também relatou em sua denúncia ao Ministério Público, irregularidades gravíssimas no transporte dos alunos.

“Os nossos alunos tem reclamado da superlotação em alguns dos itinerários, muitos alunos em pé dentro dos ônibus, alguns sentados próximos ao motorista naquela proteção do motor, alguns em pé na escadas das portas, além dos atrasos que em alguns tem ocorrido e com isso vem promovendo o comprometimento do aprendizado de alguns alunos”, disse.

O promotor Daniel Carvalho Mariano recebeu a denúncia e disse que pretende marcar uma reunião com os representantes da empresa, prefeitura e IFMT, tentando inicialmente um acordo e caso não ocorra algum avanço, o Ministério Público deverá se envolver.

Daniel destacou que cabe a empresa cumprir com o que está no contrato e principalmente a prefeitura fiscalizar se o que foi contratado vem realmente sendo ofertado.

“O município tem que fiscalizar, porque este tipo de situação ocorre por vários fatores, mas um deles é pela falta de fiscalização do município, pra todo descumprimento de contrato tem que haver uma penalidade para inviabilizar o descumprimento do contrato”, disse.


Novo whats 190Doe313ok

Notícia Exata

Endereço: Rua A-4, nº 412 - Setor A - Centro
Alta Floresta - Mato Grosso
Fone: (66) 9 9912-8992 ou (66) 9 8436-0806
Cep.: 78580-000
contato@noticiaexata.com.br

Redes Sociais

Cotação
Dólar 3,3047
Euro 3,8876
13/12 11:00

Notícia Exata © 2010 - Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo