Alta Floresta (MT), 18 de fevereiro de 2019 - 17:02

Agronegócios

22/01/2019 10:49 Assessoria

Setor da pecuária repudia aumento da tributação do Governo Estadual

A Nelore do Mato Grosso manifesta repúdio à intenção do Governo Estadual em tributar toda cadeia da pecuária, mediante a alteração da lei que criou o Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab).

Os prejuízos podem representar saídas de investimentos no setor da pecuária de corte, que amarga sua pior crise e não suporta neste momento novas taxações.

Nos últimos 18 anos de vigência do Fethab (Lei 7.263/2000), houve historicamente reajustes na arroba do boi abaixo da inflação e ainda constantes reajustes nos insumos da cadeia.

Mato Grosso possui cerca de 100 mil pecuaristas, que possuem o maior rebanho do país, um total de 30 milhões de animais, dos quais mais de 80% da raça nelore, porém, do total da produção, 75% é destinado ao mercado interno, que está enfraquecido.

Além de prejudicar o setor, o projeto do Governo ainda desvirtua sua finalidade de ser usada na infraestrutura em estradas, penalizando assim a cadeia da carne que durante 299 anos foi a mola propulsora do Estado de Mato Grosso.

 Diretoria da Associação dos Criadores de Nelore de Mato Grosso (ACNMT)


Novo whats 190Doe313ok

Notícia Exata

Endereço: Rua A-4, nº 412 - Setor A - Centro
Alta Floresta - Mato Grosso
Fone: (66) 9 9912-8992 ou (66) 9 8436-0806
Cep.: 78580-000
contato@noticiaexata.com.br

Redes Sociais

Notícia Exata © 2010 - 2018 - Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo